PEDAGOVALMIR@GMAIL.COM

PEDAGOVALMIR@GMAIL.COM
PEDAGOVALMIR@GMAIL.COM

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O QUE É SER PEDAGOGO DE VERDADE.....


A Declaração de Salamanca (Salamanca - 1994) é uma resolução das Nações Unidas que trata dos princípios, política e prática em educação especial.
Adotada em Assembléia Geral, apresenta os Procedimentos-Padrões das Nações Unidas para a Equalização de Oportunidades para Pessoas Portadoras de Deficiências. É considerada mundialmente um dos mais importantes documentos que visam a inclusão social, juntamente com a Convenção sobre os Direitos da Criança[1] (1988) e da Declaração Mundial sobre Educação para Todos[2] (1990). Faz parte da tendência mundial que vem consolidando a educação inclusiva.
A sua origem é atribuída aos movimentos em favor dos direitos humanos e contra instituições segregacioanistas, movimentos iniciados a partir das décadas de 1960 e 1970.
          Atualmente, denomina-se pedagogo o profissional cuja formação é a Pedagogia, que no Brasil é uma graduação e que, por parte do MEC - Ministério da Educação e Cultura, é um curso que cuida dos assuntos relacionados à Educação por excelência, portanto se trata de uma Licenciatura, cuja grade horário-curricular atual estipulada pelo MEC confere ao pedagogo, de uma só vez, as habilitações em educação infantil, ensino fundamental, educação de jovens e adultos, coordenação educacional, gestão escolar, orientação pedagógica, pedagogia social e supervisão educacional, sendo que o pedagogo também pode, em falta de professores, lecionar as disciplinas que fazem parte do Ensino Fundamental e Médio, além se dedicar à área técnica e científica da Educação, como por exemplo, prestar assessoria educacional. Devido a sua abrangência, a Pedagogia engloba diversas disciplinas, que podem ser reunidas em três grupos básicos: disciplinas filosóficas, disciplinas científicas e disciplinas técnico-pedagógicas.
           O pedagogo não possui quanto ao seu objeto de estudo um conteúdo intrinsecamente próprio, mas um domínio próprio (a educação), e um enfoque próprio (o educacional), que lhe assegurara seu caráter científico. Como todo cientista da área sócio-humana, o pedagogo se apóia na reflexão e na prática para conhecer o seu objeto de estudo e produzir algo novo na sistemática mesma da Pedagogia. Tem ele como intuito primordial o refletir acerca dos fins últimos do fenômeno educativo e fazer a análise objetiva das condições existenciais e funcionais desse mesmo fenômeno. Apesar de o campo educativo ser lato em sua abrangência, estritamente são as práticas escolares que constituem seu enfoque principal no seu olhar epistêmico. O objeto de estudo do pedagogo compreende os processos formativos que atuam por meio da comunicação e intercâmbio da experiência humana acumulada. Estuda a educação como prática humana e social naquilo que modifica os indivíduos e os grupos em seus estados físicos, mentais, espirituais e culturais. Portanto, o pedagogo estuda o processo de transmissão do conteúdo da mediação cultural que se torna o patrimônio da humanidade e a realização nos sujeitos da humanização plena. No plano das ideias, o grego Platão (427-347 a.C.) foi de fato o primeiro pedagogo, não só por ter concebido um sistema educacional para o seu tempo mas, principalmente, por tê-lo integrado a uma dimensão ética e política. Para ele, o objeto da educação era a formação do homem moral, vivendo em um Estado justo.

3 comentários:

Lucinalva disse...

Oi Valmir
Gostei da postagem, ser pedagogo é trabalhar com entusiasmo, fazendo diferença na vida dos alunos. Bjs

Edilson Júnior disse...

Olá Valmir!!
Gostei do seu blog!!!
Estou seguindo já!!
Forte Abraço!

meu blog é o http://mensageiroweb.blogspot.com

Unknown disse...

Super interessante o seu BLOG!!

Postar um comentário

PAULO FREIRE

PAULO FREIRE

FILHOS

FILHOS

FAMILIA

FAMILIA

FAMÍLIA JAN/2011

FAMÍLIA JAN/2011

ZOOLÓGICO 2011

ZOOLÓGICO 2011

ACAMPAMENTO COVA DE ONÇA 2011

ACAMPAMENTO COVA DE ONÇA 2011

PROJETO CAROÁ - POVOS NÃO ALCANÇADOS

PROJETO CAROÁ - POVOS NÃO ALCANÇADOS

MISSÕES CAROÁ (SERTÂNIA)

MISSÕES CAROÁ (SERTÂNIA)

Charlie Chaplin

Charlie Chaplin
Charlie Chaplin atuou, dirigiu, escreveu, produziu e financiou seus próprios filmes, sendo fortemente influenciado por um antecessor, o comediante francês Max Linder, a quem dedicou um de seus filmes. Sua carreira no ramo do entretenimento durou mais de 75 anos, desde suas primeiras atuações quando ainda era criança nos teatros do Reino Unido durante a Era Vitoriana quase até sua morte aos 88 anos de idade. Era canhoto, nasceu no dia 16 de abril de 1889, na East Street, Walworth, Londres, Inglaterra. Seus pais eram artistas de music-hall; seu pai, Charles Spencer Chaplin Sr., era vocalista e ator, e sua mãe, Hannah Chaplin (nascida Hannah Harriet Pedlingham Hill), era cantora e atriz. Chaplin aprendeu a cantar com seus pais, os quais se separaram antes dele completar três anos de idade. Após a separação, Chaplin foi deixado aos cuidados de sua mãe, que estava cada vez mais instável emocionalmente. O censo de 1891 mostra que sua mãe morava com Charlie e seu meio-irmão mais velho Sydney na Barlow Street, Walworth.

SKINNER

SKINNER
B. F. Skinner, o cientista do comportamento e do aprendizado. Sua obra é a expressão mais célebre do behaviorismo, corrente que dominou o pensamento e a prática da psicologia, em escolas e consultórios, até os anos 1950.

J.B.Watson, pai do behaviorismo metodológico.

J.B.Watson, pai do behaviorismo metodológico.
No ano de 1913 J.B.Watson fundou uma corrente de pensamento denominada Behaviorismo, no início quase um sinônimo de ciência do comportamento. Até a época de Watson a Psicologia havia dado grande importância para a Introspecção, a qual era o seu método de estudo dos chamados eventos mentais, o qual consistia em olhar para dentro do próprio corpo para explicar tais eventos. O problema era que esse método era subjetivo e de poucos resultados práticos.

CLARICE LISPECTOR

CLARICE LISPECTOR
Clarice Lispector nasceu na Ucrânia, de pais russos, no ano de 1925 e emigrou com a família para o Brasil no ano seguinte, nunca mais voltaria à pequena aldeia de Tchetchenillk em que nascera. Fixaram-se no Recife, onde a escritora passou a infância. Depois da morte de sua mãe, quanto tinha 12 anos, ela mudou-se com a família para o Rio de Janeiro, já tendo esboçado seus primeiros contos. Clarice viveu fora do Brasil por cerca de quinze anos, onde pôde dedicar-se exclusivamente a escrever. Morreu em dezembro de 1977, na véspera de seu aniversário, como uma das mais importantes vozes da literatura brasileira.

CASSIMIRO DE ABREU

CASSIMIRO DE ABREU

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

CECÍLIA MEIRELES

CECÍLIA MEIRELES

ALUÍSIO DE AZEVEDO

ALUÍSIO DE AZEVEDO

MARIO QUINTANA

MARIO QUINTANA

MONTEIRO LOBATO

MONTEIRO LOBATO

VALMIR SER PROFESSOR É.......

Certa vez me foi indagado sobre "o que é ser Professor". Sendo assim resolvi criar este Blog para compartilhar a minha visão deste Ser extraordinário que se personifica nos indivíduos que elegem como sua maior prioridade a edificação de uma sociedade mais justa e de um mundo melhor.O sentido de ser professor foi se revelando a mim ao longo da minha vida na sala de aula na FACULDADE.

No caminho que percorri até aqui vivi algumas experiências que moldaram a minha personalidade. Vejo o professor por uma ótica utópica porque pra mim: ensinar, mediar, transmitir, compartilhar ou educar, é algo que vai muito além dos limites da formalidade.Ser professor é se encaixar no tempo e no espaço, é viver a contemporaneidade respeitando a história individual e o contexto sócio cultural de cada um.

É se despir dos preconceitos e fazer do seu cotidiano sua aprendizagem, é estar consciente do quanto pode aprender com seus alunos.



A PEDAGOGIA É UMA CIÊNCIA DA EDUCAÇÃO...

Pedagogia e didática: duas ciências independentes .

Diferente da Pedagogia que tem seu reconhecimento como ciência particular a partir do século XIX, a Didática em muitos países, ainda não é reconhecida como ciência independente. É considerada, erroneamente, uma disciplina técnica da Pedagogia, ou como ramo desta. Não obstante, felizmente, são muitas as comunidades científicas que a partir do século XX, deram luz verde à Didática como ciência particular. A seguir uma breve referência às origens destas duas ciências em questão.

As obras de Comenius, Rousseau, Kant, Hegel, Herbart, Chernichevski, Pestalozzi, Diesterweg e Ushinski, entre outros intelectuais, ajudaram à independência da Pedagogia como ciência particular. Os clássicos do Materialismo-Histórico e Dialético, Marx e Engels, elaboraram os fundamentos que permitiram sustentar a cientificidade desta. Dessa forma, aos poucos, a Pedagogia vai-se diferenciando, como resultado de um longo período e processo histórico, da Teologia e da Filosofia.

LEITURAS E FILMES....

  • TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA DE LIMA BARRETO, VIDAS SECAS DE GRACILIANO RAMOS,SÃO BERNARDO DE GRACILIANO RAMOS, DOM CASMURRO DE MACHADO DE ASSIS, LITERATURA DO MINARETE DE MONTEIRO LOBATO...

PEDAGOGO FORMAÇÃO,DILEMAS E PROBLEMAS.

pedagogo atuante favorece a formação de grupos de estudo, fortalece a interação humana na escola, melhora o clima organizacional de maneira significativa, estimulando o respeito mútuo e a boa convivência.
Para bem atuar no enfrentamento de suas funções no cotidiano da escola, é necessário saber com muita clareza o que é essencial, o que é importante e o que é acidental. Mas não basta só saber. É preciso querer e priorizar fazer só o que é necessário a cada momento. O pedagogo realmente competente só tem tempo para o que é essencial em seu campo de atuação.